patrões Tag

É, por isso, compreensível, desejável e imperativo, que tanto o BE como o PCP não deixem passar este ataque aos direitos de quem trabalha e, na Assembleia da República, façam sentir ao governo que este atropelo não pode ficar sem resposta. E se encontrarem pela frente ouvidos moucos, fazerem valer a rua, porque, afinal, é lá que tudo acaba sempre por se...