Author: Sílvia Vasconcelos

Como estreia neste blogue ocorreu-me fazer um tributo a Maria Velho da Costa  pois se é certo que guardo dela o talento literário pelas Novas Cartas Portuguesas e pela Myra, é a gratidão que lhe devo que mais me pesa. Gratidão por ter sido percursora – com outras tantas mulheres e homens, é certo – da assumpção de Liberdade que a minha geração – não obstante as falhas e recuos...