Um passo chave da batalha pela imortalidade de Soares – Preservar a FMS

Um passo chave da batalha pela imortalidade de Soares – Preservar a FMS

Morreu Mário Soares (7-1-2017), ou seja, morreu um dos pais fundadores da democracia portuguesa (liberal, representativa e pluralista ao estilo Ocidental), mas morreu também o homem que deixa uma das poucas fundações (ou «think tanks» ou centros de reflexão) alinhadas à esquerda (e sempre aberta às várias esquerdas(e até às direitas…): basta lembrar o perfil dos cursos livres da Fundação Mário Soares com o IHC-UNL, e o seu mentor pela UNL, Fernando Rosas, ou os milhares de debates abertos lá organizados…) no Portugal de hoje, um Portugal que, deste ponto de vista e não só…, está muitíssimo contaminado pelo ar neoliberal dos tempos…

 

Oxalá a FMS e o seu legado perdurem muito para além da vida do seu fundador (!!), seria uma das maiores homenagens que Portugal lhe poderia prestar!… seria uma peça fundamental nesse «combate pela imortalidade» de que fala hoje,no Público, Leonete Botelho Pereira!… Seria imensamente justo e merecido, para ele, e mais um excelente legado para nós todos, portuguesas & portugueses!

 

Oxalá todos, família, amigos, socialistas, gente dos outros partidos, o Estado português e os portugueses, em suma, através dos seus representantes políticos, saibam estar à altura da preservação do seu imensíssimo legado, nomeadamente preservando o trabalho (arquivo, espaço de debates, espaço de formação e educação cívico-política, etc.) da Fundação Mário Soares (ver aqui e aqui), dando-lhe muita e longa vida para além da morte do seu fundador!

André Freire
andre.freire@meo.pt

Professor Associado com Agregação em Ciência Política. Foi diretor da Licenciatura em Ciência Política do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa (2009-2015). É desde 2015 diretor do Doutoramento em Ciência Política do ISCTE-IUL. Investigador Sénior do CIES-IUL. Autor de numerosas publicações em livros e revistas académicas. Perito e consultor convidado de várias instituições nacionais e internacionais.

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.