SNS Tag

Esta política de saúde já mostrou que não está a responder ao que é exigido de um governo que se afirma empenhado em dar uma orientação de esquerda às suas políticas sociais. Está, por isso, nas mãos da actual maioria parlamentar iniciarem o processo de mudança da política de saúde....

Não foi pela falta de alertas sucessivos que teve de se chegar a esta tomada de posição pública, denunciando a situação da saúde dos portugueses e do desempenho do SNS. Os vinte e cinco signatários preferiram ser eles, enquanto apoiantes dos acordos de 10 de Novembro de 2015, a tomar a iniciativa de lançar o alerta para o que se está a passar do que...

Fazer de bom aluno nas reuniões de conselho de ministros no que respeita à gestão do orçamento do sector, quando há muito que está com a corda apertada ao pescoço, é desempenhar o papel de carrasco dos serviços públicos de saúde. Para isso há os governantes de direita. Mas não foi para isso que se assinaram os acordos de 10 de Novembro de 2015....

Em medicina, não se podem descartar ou ofuscar os resultados da vida, morte, complicações e reabilitação. São eles o cerne da excelência, a régua para aferir o prestígio de uma instituição, e a explicação das forças de atracção que hospitais, departamentos e serviços conseguem exercer sobre a procura....

Passado mais de um ano, está à vista que se a situação está como está é porque a João Crisóstomo tem no consenso de Belém e na renúncia de S.Bento os seus melhores aliados para continuar a semear relva à volta dos eucaliptos, e os eucaliptos, neste caso, é o modelo organizacional do SNS....

O recuo da hospitalização pública está em risco de recuar ainda mais, considerando a ambição do actual presidente da Associação Portuguesa da Hospitalização Privada - "O futuro da saúde em Portugal passará inevitavelmente por hospitais privados e hospitais privados de qualidade“ (Óscar Gaspar, Lusa, 16/10/2016). Mas não só. A estratégia ensaiada pela tutela em nada combate aquele objectivo, pelo contrário vem facilitar o traçado de...

Enquanto não se sair da caixa, enquanto não se passar a porta das instituições onde se prestam cuidados na doença e começar-se a trabalhar com os actores sociais das comunidades locais, o que eventualmente se possa vir a passar fica infinitamente aquém do que se devia passar...