A RUMINAR

  Há um tempo em que afirmarmos o apoio não basta, é preciso ir mais longe, dar a cara, explicar muito bem o sentido e a razão do nosso apoio, assumir-mo-nos como actores de corpo inteiro do processo de mudança e não como figurantes de um mundo onde só alguns são as personagens visíveis e de quem o povo fala. Hoje é o tempo de cada um...