A MARRAR

No próximo dia 4 de dezembro irá celebrar-se o referendo confirmativo da grande revisão constitucional aprovada pelo parlamento italiano. É difícil resumir em poucas linhas todas as alterações que foram feitas à arquitetura constitucional vigente. Provavelmente o elemento mais importante é a alteração do chamado “bicameralismo perfeito”, ou seja, de um sistema em que Câmara dos Deputados e o Senado tinham, na prática, os mesmos...

A situação portuguesa nada tem que ver com a situação americana, como sugeriu Nuno Garoupa, porque a maioria parlamentar teve maioria de votos e tem maioria de lugares no Parlamento, por isso e porque foi capaz de se entender é que pôde formar governar, enquanto que nos EUA há um «vencedor errado» (teve menos votos do que o que perdeu na «secretaria», no colégio eleitoral,...

O recuo da hospitalização pública está em risco de recuar ainda mais, considerando a ambição do actual presidente da Associação Portuguesa da Hospitalização Privada - "O futuro da saúde em Portugal passará inevitavelmente por hospitais privados e hospitais privados de qualidade“ (Óscar Gaspar, Lusa, 16/10/2016). Mas não só. A estratégia ensaiada pela tutela em nada combate aquele objectivo, pelo contrário vem facilitar o traçado de...

Acontece que é do mais elementar conhecimento científico disponível que a exposição recorrente e contínua, particularmente das crianças e jovens, mas também dos adultos, ao debate livre e aberto, à crítica e à altercação cultural, à tensão do contraditório e do diferente, é essencial na configuração das emoções necessárias ao respeito e à exigência do pensamento diferente e ao respeito pela liberdade e diferença individuais....

J.-M. Nobre-Correia Política/Média : Donald Trump será pois o futuro presidente dos Estados Unidos. Acontecimento que põe em evidência a crise da política nos países democráticos. Assim como a da informação que nos é proposta pelos média…   Os resultados das eleições nos Estados Unidos propõem pelos menos que se façam dois tipos de análises. Uma de caráter político e outra de caráter mediático. Tanto mais que os...

Se há alguma coisa que se passou nos últimos anos foram sucessivos colapsos de bancos privados que não deram em todos os casos falência porque foram ajudados por massivas injecções financeiras de dinheiros dos portugueses, com reflexos muito negativos nas contas públicas. Por isso, a palavra de ordem (para um governo de esquerdas) devia ser limitar as pornográficas remunerações dos banqueiros privados, por via fiscal...