A ESCOICEAR

É, por isso, compreensível, desejável e imperativo, que tanto o BE como o PCP não deixem passar este ataque aos direitos de quem trabalha e, na Assembleia da República, façam sentir ao governo que este atropelo não pode ficar sem resposta. E se encontrarem pela frente ouvidos moucos, fazerem valer a rua, porque, afinal, é lá que tudo acaba sempre por se...

A situação portuguesa nada tem que ver com a situação americana, como sugeriu Nuno Garoupa, porque a maioria parlamentar teve maioria de votos e tem maioria de lugares no Parlamento, por isso e porque foi capaz de se entender é que pôde formar governar, enquanto que nos EUA há um «vencedor errado» (teve menos votos do que o que perdeu na «secretaria», no colégio eleitoral,...

É por isso que, na ordem das prioridades, a situação espanhola tem de ser acompanhada com outro sentido político, é obrigatório defender o governo do Syrisa, assim como não se deve baixar a guarda quanto à solução política encontrada em Portugal. Porque se tudo correr mal na Holanda e em França vai ser necessário que uns quantos continuem a defender a União Europeia, sob...

Quando se fala em Lisboa como cidade das pontes, como uma plataforma de encontro de mundos, e, ao mesmo tempo, ficamos felizes por ser mais barriga de aluguer que criadora, como vemos com o Rock in Rio, a Arco Madrid em Lisboa ou o Web Summit, perguntamo-nos qual é efectivamente a marca que Lisboa está a construir, se é que ela existe. Carlos Fragateiro...

Se a rendição da social-democracia aos valores da nova direita contribuiu para a situação social que se vive na Europa, cabe à esquerda fazer o seu trabalho sem perder de vista as alianças necessárias para conter e derrotar os ventos que vão soprar do Mississipi, do Arkansas, do Texas ou do Alabama....

A distância que liga a “humilhação” à “diversão” é muito curta; e essa passagem rápida – dir-se-ia do frio para o quente – cria um efeito de catarse, que se torna marcante, que fortalece as amizades entre “iguais na adversidade”; e exalta os laços tutelares entre “caloiros” e “doutores”. Por isso, alguns chegam a gritar pelo “direito à humilhação”. Supostamente, um requisito justificado para se...

É por tudo isso que a notícia de que Costa está a cumprir os acordos com os seus parceiros à esquerda é uma boa notícia não apenas para a saúde da aliança de esquerdas, é também uma excelente notícia para a democracia portuguesa. Ao contrario do governo e da maioria anterior, o XXI governo constitucional está a cumprir escrupulosamente os compromissos assumidos por cada um...