A ESCOICEAR

É a liberdade de imprensa e a normalização das relações com o Irão (moderado) que estão em causa no ataque à Aljazeera (e ao Qatar). Haverá causas mais importantes para o governo de esquerdas português se empenhar? Para a Europa progressista se empenhar? Cheguem-se à frente, por favor, com urgência!...

A condição periférica teve sempre espaço para a perfeição. Mesmo nas circunstâncias de uma ditadura cruel existiram bolsas de perfeição, rupturas silenciosas e experimentalismos que anteviram e prepararam a revolução. Dentro de um contexto político e social miserável encontramos caminhos de sentido contrário que serviram de base para o desenvolvimento do país depois do 25 de Abril....

Vou à página de abertura do site do Partido Socialista e não encontro uma menção sequer à situação política em França. Vou à do PCP, e deparo com o mesmo silêncio, à parte uma pequena notícia que apenas menciona «a luta do povo francês». Vou ao esquerda.net - o rosto mais comunicante do Bloco - e vejo apenas uma referência ao facto de Mélenchon ter...

Há três problemas nestes trabalhos do Público. Primeiro, porque nestas alturas António Vitorino é sempre consultado, amiúde, como foi o caso, sem contraponto… e tal revela não só uma gritante falta de imaginação na escolha dos colunistas e/ou entrevistados, como revela um grande afunilamento ideológico. Segundo e terceiro, o que choca nestas análises é a repetição de lugares comuns e a falta de referência à...

Bem vistas as coisas, este episódio dos offshores é só mais uma peça dos movimentos ilegais ou de duvidosa legalidade de capitais, realizados por uma coligação entre o mundo empresarial e o mundo da política que durante anos se movimentou com toda a impunidade, alimentando os mais obscuros interesses privados, promovendo os mais inconfessáveis estatutos individuais e lesando os interesses da economia nacional....

TAP Low Cost: Esperemos que o capital ainda maioritariamente público da TAP sirva para alguma coisa: nomeadamente, para inverter esta deriva Low Cost mas, simultaneamente e paradoxalmente, com um significativo aumento de preços, degradação na qualidade nos serviços e, adicionalmente, menor capacidade de os clientes / cidadãos exercerem os seus direitos de reclamar....

A intenção do PSD/CDS é clara e inequívoca: criar uma crise política cujo corolário seja a convocação de eleições antecipadas. É neste cenário que estes partidos estão a investir todos os seus recursos. Por alguma razão estão cegos e surdos a todos os sinais que lhes chegam do exterior. É que se não ganharem este combate, o lugar da direita vai ser um imenso deserto...