Author: Rui Graça Feijó

Tenho por Francisco Assis amizade, consideração e respeito, desde que o conheci, era ele jovem estudante de Filosofia no Porto, por ocasião da primeira campanha eleitoral de Mário Soares - uma campanha que tivemos de fazer a pulso, longe da euforia que seria a segunda...

As instituições políticas, por muito que custe aos mais dogmáticos, devem grande parte da sua capacidade de sobrevivência à plasticidade com que acomodam o agenciamento humano, e como respondem diferenciadamente a cenários políticos novos. Assim sucede com o sistema de governo português, vulgarmente designado por semi-presidencialista, que desde que tomou a sua forma actual (na revisão constitucional de 1982) se tem moldado a diversas formas...

Desde que tomou posse, vai em breve fazer dois anos, António Costa defendeu duas ideias no que toca ao relacionamento de Portugal com as União Europeia, e em especial à arquitectura do €uro : o país deveria manter-se dentro dos critérios em vigor sem deixar de os criticar e de apontar para uma muito necessária revisão dos mesmos que permitissem encarar a moeda única como...

No dia a seguir à sua tomada de posse, o presidente francês Emmanuel Macron deslocou-se a Berlim para conversar com Angela Merkel. Fez exactamente o mesmo que o seu antecessor de triste memória François Hollande havia feito cinco anos antes. E parece que com o mesmo propósito: relançar o eixo franco-germânico na base de uma viragem política por parte dos teutões. Vale a pena fazer...

Marcelo é um político do centro-direita - e um político inteligente. A sua formação, como ele próprio recordou há pouco, foi feita dentro de uma correnre de "direita social", próxima do que poderia ser em Portugal uma democracia-cristã ou mesmo um social-cristianismo. Como tal, sente-se próximo do grande entendimento entre centro-direita e centro-esquerda que ergueu o modelo social europeu no pós II Guerra Mundial. Apesar...

Muito antes de ser Presidente da Republica, como o próprio recordou na visita ao Colégio Moderno feita esta semana, Marcelo era (diz que há 50 anos!) analista político. E também foi largas décadas professor de Direito Constitucional. Já sabíamos: novato nestas coisas é que ele não é! Como constitucionalista, Marcelo sabe algumas coisas sobre o os poderes do PR: a Constituição da República Portuguesa define uma...

O dia das próximas eleições autárquicas marca o meio da legislatura. Depois das eleições legislativas de 4 de Outubro de 2015, uma pequena revolução abalou uma tradição com 40 anos: desapareceu o "arco da governação" que condenava parte da esquerda a ser uma voz de protesto afastada da solução governativa. Pelo caminho, enterrou-se também a ideia da "eleição" do primeiro-ministro (algo que, curiosamente, Cunhal sempre afirmou...

Pode parecer estranho que tenha resolvido começar a minha colaboração com a Vaca Voadora sob a égide de Churchill, um político que por muitas voltas que tenha dados - de conservador a liberal e de regresso ao seio dos tories, de derrotado nos Dardanelos/Galipoli como ministro da guerra (1915) e responsável, com chanceler do tesouro, pelo desastre da adesão britânica ao padrão-ouro, demolida por Keynes,...