Author: Cipriano Justo

A liderança que se espera é de intervir e contribuir significativamente para a diminuição das desigualdades entre povos, razão, afinal, da origem de todos os conflitos. Só enfrentando este colossal desafio as Nações Unidas poderão retomar o seu papel de líder mundial da prevenção dos conflitos e da promoção da paz....

Por muito planeada e programada que fosse, no dia em que se afirmasse que se iria pagar a dívida em escudos, nem a pão e água ficaríamos porque a água era logo cortada e o pão iria rapidamente desaparecer das padarias. Para o mal, não vivemos tempos de solidariedades políticas, e o cada um por si já não é suficiente para levar de...

Irá caber à sua actual direcção o papel de empreender o caminha da recuperação da influência política entretanto perdida, e chegar ao 10 de Novembro de 2015 em condições de se constituir como o parceiro político decisivo para a constituição do XXI governo constitucional....

É de todo interesse para a Europa e para a esquerda europeia que a actual solução governativa portuguesa se mantenha durante toda a legislatura. Não só pelas consequências positivas que tem sobre as condições de vida dos portugueses mas pelas externalidades que pode gerar numa Europa transformada numa espécie de grande república de Weimar....

Se no plano do combate às desigualdades, à doença, ao analfabetismo, e à promoção da cultura Cuba encontra-se entre os países com melhores indicadores, mau grado o cerco de que ainda é objecto, podemos imaginar o patamar de desenvolvimento em que estaria se os tivessem deixado em paz, a construir a sociedade que tinham escolhido....

Esta retoma de parte dos rendimentos e do emprego perdidos é tão mais importante quanto o que mais começava a estar em causa era a proletarização de segmentos da classe média assalariada, aquela que em desespero de causa mais facilmente se vira e adere a soluções populistas, xenófobas e nacionalistas. A derrota do governo PSD/CDS serviu também a causa da prevenção deste fenómeno, que...

É por isso que, na ordem das prioridades, a situação espanhola tem de ser acompanhada com outro sentido político, é obrigatório defender o governo do Syrisa, assim como não se deve baixar a guarda quanto à solução política encontrada em Portugal. Porque se tudo correr mal na Holanda e em França vai ser necessário que uns quantos continuem a defender a União Europeia, sob...