Autor: Cipriano Justo

É na avaliação dos resultados que a igualdade de oportunidades é confirmada e validada. Quem ficou pelo caminho, porque ficou pelo caminho, quando ficou pelo caminho, o que socialmente não se fez para se ter ficado pelo caminho? Portanto, para a segunda metade do seu mandato, que começa já com a elaboração do Orçamento do Estado para 2018, o governo tem esta agenda política...

Fazer de bom aluno nas reuniões de conselho de ministros no que respeita à gestão do orçamento do sector, quando há muito que está com a corda apertada ao pescoço, é desempenhar o papel de carrasco dos serviços públicos de saúde. Para isso há os governantes de direita. Mas não foi para isso que se assinaram os acordos de 10 de Novembro de 2015....

Trata-se de equacionar, desenvolver e aplicar medidas que têm uma forte componente intersectorial, em que as comunidades hão-de participar com capacidade de decisão. Mas para o efeito, torna-se necessário que os governantes sejam suficientemente clarividentes para fazerem do princípio da prevenção o principal instrumento da política de saúde. E o princípio da prevenção é a estratégia que conhece os riscos, que antecipa...

Nem sempre está tudo dito sobre os factos históricos conhecidos. Há quase sempre acontecimentos que ficaram por explicar, dados que foram omitidos, razões que não foram valorizadas. Embora muito do que aconteceu à época se mantenha desconhecido, sobretudo no que diz respeito à esfera militar, a obra do jornalista Miguel Carvalho, Quando Portugal ardeu, recentemente publicada, reúne novos depoimentos e lança novas pistas sobre...

Enquanto a tutela da Saúde se deslocava da Fundação Calouste Gulbenkian para Santo Tirso com passagem pelo Centro Cultural de Belém, mostrando às plateias os progressos que ao fim de um terço do mandato tinha conseguido, o retrato da saúde dos portugueses, evidenciado pelo Inquérito Nacional de Saúde, realizado em 2014, tinha perdido brilho e muitas das suas cores tinham desaparecido. A circunstância de os...

Bem vistas as coisas, este episódio dos offshores é só mais uma peça dos movimentos ilegais ou de duvidosa legalidade de capitais, realizados por uma coligação entre o mundo empresarial e o mundo da política que durante anos se movimentou com toda a impunidade, alimentando os mais obscuros interesses privados, promovendo os mais inconfessáveis estatutos individuais e lesando os interesses da economia nacional....

A intenção do PSD/CDS é clara e inequívoca: criar uma crise política cujo corolário seja a convocação de eleições antecipadas. É neste cenário que estes partidos estão a investir todos os seus recursos. Por alguma razão estão cegos e surdos a todos os sinais que lhes chegam do exterior. É que se não ganharem este combate, o lugar da direita vai ser um imenso deserto...

Porém, se tudo visto e analisado, a decisão for no sentido do desenvolvimento do que, em boa verdade, ainda não passa de um projecto mais ambicioso, então o programa dessa ambição terá necessariamente outros ingredientes e outras exigências, que vão muito além da política de reposições e de aperfeiçoamento de alguns mecanismos de governação....