Justificar a diminuição do défice orçamental em 2018 de 1,1% para 0,7% com o argumento de que os tempos são de incerteza e há que prevenir imponderáveis que se podem vir a verificar na economia mundial é colocar os serviços públicos à mercê da bruxa, do tarot ou da raspadinha. Considerando que aqueles 0,4 pontos percentuais se traduzem em 800 milhões de euros de que a saúde, a educação,...

Sessão em favor da «Liberdade para os presos políticos catalães», com  dois deputados de partidos portugueses (PS e BE), mais quatro representantes de forças sócio-políticas da Catalunha (Juntos pela Catalunha, ANC, ERC e CUP), e dois académicos empenhados. Na Assembleia da República, 6-4-2018, pelas 21h. É já esta sexta-feira, 21h, na Assembleia da República....

Só as ditaduras, as «democraduras» ou as «dictablandas», têm presos políticos. Só elas prendem dirigentes políticos e associativos legitimamente eleitos como representantes do povo e que nunca usaram da violência política para defender os seus ideais, acusando-os de crimes de "rebelião" e "sedição" para tal interpretando como "violência" o exercício do direito fundamental de manifestação ou de expressão. Nós, pelo contrário, não calamos a nossa...

O recente livro de Carlos Gaspar, A Balança da Europa (Gaspar, 2017), é o mote para o presente texto. Por um lado, o autor tem uma longa experiência como conselheiro político. Por outro lado, no domínio académico tem também um percurso notável seja como Professor da FCSH-UNL. E o livro espelha bem essa dupla qualidade, como praticante e estudioso, em qualquer caso como profundo conhecedor...

O que as lições do Maio de 68 ensinam foi a ausência de competência política para os comunistas detectarem, não só entre os estudantes, o mal-estar social que o desenvolvimento do capitalismo francês tinha gerado desde o final da II guerra mundial que acabou por se manifestar na onde de greves, ocupações e paralisações que percorreu o país. Satisfeitas as reivindicações conquistadas em Grenelle, só...

E afinal o terramoto veio e com ele uma mudança profunda no sistema partidário italiano. Mais de 55% dos eleitores votaram em forças antissistema. Comparativamente ao resto da europa (dados Eurobarómetro), os italianos são os que pensam serem os serviços proporcionados pelo estado os de menor qualidade. Esta é, provavelmente, a imagem que mostra, de uma forma mais clara, quão grande é a barreira entre os...

No próximo domingo, dia 4 de março, os italianos serão chamados para renovar o parlamento. A consulta popular anuncia ser da maior importância e coloca-se como um daqueles acontencimentos que marcam a historia politica, seja da península itálica, seja do continente europeu. As regras do jogo: o sistema eleitoral (chamado Rosatellum) é de tipo misto, ou seja, com duas componentes, uma uninominal (37% dos lugares) e...

Dados os atributos positivos da «Geringonça», não admira que a FEPS – Foundation for European Progressive Studies e a Fundação Res Publica (FRP) tenham querido dar à estampa um estudo feito pela politóloga Ana Rita Ferreira, ainda que com vários textos mais prosélitos de vários responsáveis da família socialista, intitulado A solução governativa portuguesa – uma «quarta via» para social democracia portuguesa?, simultaneamente em português...